Conheça 7 benefícios do óleo de coco – Sensacional

Tempo de leitura: 5 minutos

Você sabia que o coco é o terceiro melhor alimento para a saúde do ser humano, perdendo apenas para o leite materno que está em primeiríssimo lugar, e o ovo que está em segundo?

Então vamos saber mais sobre os benefícios dessa fruta incrível:

Contém uma combinação única de ácidos graxos com propriedades medicinais

O óleo de coco foi condenado no passado por conter gordura saturada. De fato, o óleo de coco é uma das fontes mais ricas em gorduras saturadas conhecidas pelo homem, com quase 90% dos ácidos graxos saturados.

No entanto, novos dados mostram que as gorduras saturadas são inofensivas. Muitos estudos incluem centenas de milhares de pessoas que provam que a ideia “da artéria-entupida” era um mito.

Além disso, o óleo de coco não contém gorduras médias saturadas como as encontradas no queijo ou no bife.

A maior parte dos ácidos graxos da dieta são de cadeia longa e os ácidos graxos de cadeia média do óleo de coco são metabolizados de forma diferente. Eles vão direto para o fígado, onde são usados como uma fonte de energia rápida, ou transformados em corpos cetônicos, que podem ter efeitos terapêuticos sobre distúrbios cerebrais, como a epilepsia e doença de Alzheimer, tendo efeitos terapêuticos em várias doenças cerebrais.

O coco é uma espécie de alimento “exótico” no mundo ocidental, consumida principalmente por pessoas conscientes da vida saudável. No entanto, em algumas partes do mundo, o coco é um alimento básico, que tem ajudado as pessoas ficarem saudáveis por gerações. Algumas populações pelo mundo têm se mantido saudáveis durante várias gerações comendo enormes quantidades de coco.

A obesidade é atualmente um dos maiores problemas de saúde do mundo. Enquanto algumas pessoas pensam que a obesidade é apenas uma questão de calorias, outros acreditam, também, que as fontes dessas calorias são essenciais.

Os diferentes alimentos afetam nosso corpo e os hormônios de maneiras diferentes. E a este respeito, uma caloria não é uma caloria.

Os triglicerídeos de cadeia média do óleo de coco pode aumentar o gasto de energia em comparação com a mesma quantidade de calorias provenientes de gorduras de cadeia mais longa. Os triglicerídeos de cadeia média do óleo de coco têm sido considerados para aumentar o gasto de energia em 5% em 24 horas, podendo elevar a perda significativa de peso a longo prazo.

Quando o óleo de coco é enzimaticamente digerido também forma um monoglicerídeo chamado monolaurina. Tanto o ácido láurico quanto a monolaurina podem matar agentes patogénicos prejudiciais, como bactérias, vírus e fungos. Estas substâncias têm se mostradas eficazes na eliminação de bactérias Staphylococcus aureus (um patógeno muito perigoso) e da levedura Cândida albicans, uma fonte comum de infecções fungicas em seres humanos. Os ácidos graxos e os produtos da degradação do óleo de coco podem eliminar agentes patogénicos prejudiciais à saúde, potencialmente ajudando a prevenir infecções.

Uma característica interessante do óleo de coco é que ele pode reduzir a fome. Isso pode estar relacionado à forma como os ácidos graxos são metabolizados, pois os corpos cetônicos podem ter um efeito redutor do apetite. Os ácidos graxos do óleo de coco podem reduzir significativamente o apetite, o que pode afetar positivamente o peso do corpo no longo prazo.

O óleo de coco é rico em gorduras saturadas, que na verdade não agridem o perfil lipídico no sangue como se pensava anteriormente. As gorduras saturadas elevam o colesterol bom e alteram o colesterol ruim, para um subtipo benigno.

Em um estudo em 40 mulheres, o óleo de coco reduziu o colesterol total e o LDL, aumentando o HDL, em comparação com o óleo de soja. Essa melhora nos fatores de risco cardiovasculares, teoricamente, deveria levar a uma redução do risco de doenças cardíacas em longo prazo.

Estudos em humanos e ratos mostraram que o óleo melhora importantes fatores de risco, como colesterol total, LDL e HDL, o que pode traduzir a uma redução do risco de doenças cardíacas.

  • Muitas pessoas estão usando o óleo de coco para fins cosméticos e para melhorar a saúde e a aparência da sua pele e cabelo.
  • Estudos em indivíduos com pele seca mostram que o óleo pode aumentar o teor de umidade e de lipídios da pele.
  • Pode servir de protetor contra danos do cabelo e um estudo mostra sua eficácia como protetor solar, bloqueando cerca de 20% dos raios ultravioletas do sol.
  • Pode ser aplicado topicamente e estudos mostram que ele é eficaz como hidratante para a pele e protetor contra danos do cabelo. Também pode ser utilizado como uma forma leve de filtro solar.

Bem, isto é realmente apenas a ponta do iceberg. As pessoas estão usando o óleo de coco para todos os tipos de coisas com um sucesso incrível. Ele é flexível, prático, super nutritivo, só não digo uma delícia, pois para mim a comida (salgada)  fica com gosto de sabão em pó, porém todos os dias tomo uma colher de óleo de coco puro mesmo, na colher. Faço uso também como pós banho, umas duas vezes na semana, e depois de um mês de uso senti minha pele muito mais macia. Só não uso no rosto pois tenho a pele muito oleosa.

E se você acha o óleo do coco muito caro, saiba que você pode fazer ele facimente na sua casa, veja só o vídeo da fofa Grazi Pereira.

Fique livre para fazer comentários a este artigo, eu amo muito te escutar e conversar com você. LovLud…