Química do bronzeado: Fazendo a diferença no verão!

Tempo de leitura: 4 minutos

Você já ouviu falar na química do bronzeado? Se ainda não, esta é a sua oportunidade de conhecer um pouco mais sobre esta novidade que fez muito sucesso no verão americano, e que já despertou o interesse de muitos brasileiros. Confira!

Química do bronzeado como funciona?

 

Se você tem dificuldades para pegar aquele bronzeado bonito e saudável, pode ser que esteja faltando alguns importantes nutrientes no seu organismo. É isto mesmo! Para conquistar o bronzeado dos sonhos não basta se cobrir de bronzeador e ficar exposta ao sol. Além de se preocupar em usar um protetor solar para proteger sua pele de danos solares, é importante que você consuma alguns nutrientes específicos para que a melanina, substância responsável pelo pigmento da pele, por manter o bronzeado por mais tempo e ainda te proteger da ação nociva dos raios ultravioleta seja ativada.

Estudos têm sido feitos em torno da produção natural de melanina desde a década de 50. O Dr. John Myers, foi um dos pioneiros nestes estudos, onde se identificou que existem alguns aminoácidos como a fenilalanina e a tirosina, que auxiliam na produção de melanina. Assim como existem diversas enzimas envolvidas no processo de produção desta substância, enzimas estas que dependem de algumas vitaminas e minerais como cobre, vitamina C e B6 para que tenham efeito no organismo.

Por esta razão, os bronzeadores (protetores solares) na forma de bebidas refrescantes, fizeram e fazem sucesso no verão americano. Isso porque contemplam todas as vitaminas e minerais importantes para ativação da melanina e são mais bem absorvidos pelo organismo. Com isso, você evita aquele aspecto “camarão” quando exposto ao sol, conquistando um bronzeado bonito e saudável.

A indústria dos suplementos tem se aprimorado cada vez mais para atender às necessidades de quem não abre mão de um bronzeado duradouro e muitos médicos, estão atentos a isso, indicando a suplementação de:

  • Vitamina D;
  • L-Tirosina;
  • Vitamina B;
  • Vitamina E;
  • Betacaroteno (precursor da vitamina A).

Associado ao consumo destes suplementos pode estar o consumo da polypodium leucotomos, uma planta nativa da América do Sul e central, que ajuda a manter a elasticidade da pele, proporcionando um visual saudável.

Quando consumir os suplementos ativadores da química do bronzeado

 

As recomendações variam de acordo com as necessidades individuais de cada um, mediante avaliação do nutricionista e dermatologista. Mas no geral, recomenda-se o consumo cerca de 10 dias antes das férias de verão, podendo ser prolongado até o retorno para casa. Desta forma, mesmo que você já não esteja tão exposto ao sol, os efeitos benéficos dos mesmos permanecem.

UVO atuando na química do bronzeado

 

Agora que você já conhece o que é a química do bronzeado, vai gostar de saber que já chegou ao mercado o UVO (protetor solar bebível), criado por um dermatologista nos EUA e que tem feito a cabeça de muitas pessoas apaixonadas pelo verão. O UVO é uma bebida com ingredientes naturais e com nutrientes específicos, que agem de dentro para fora, para proteger a sua pele e proporcionar um bronzeado duradouro.

A bebida contém mais de 30 vitaminas, entre elas:

  • 30 minutos antes da exposição ao sol;
  • Depois da exposição ao sol;
  • Diariamente para manter a saúde da pele, combatendo o envelhecimento precoce.

Como comprar?

 

Pode ser encontrado na loja on-line da marca.

Contraindicações

 

O uso deste suplemento vitamínico não é recomendado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Assim como não é indicado para crianças menores de 6 anos.

O papel da alimentação na química do bronzeado

 

As sugestões de suplementos dadas aqui, não dispensam a necessidade de uma alimentação variada e equilibrada, para ter bons resultados. Desta forma, você também irá obter os nutrientes necessários para um bronzeado duradouro. Por isso, não deixe de consumir:

  • Alimentos fonte de vitamina E como os óleos vegetais, frutas oleaginosas, gema de ovo, frutas como Kiwi, manga, abacate, uvas ou ameixas. Estes alimentos trazem a ação antioxidante da vitamina E, proporcionando a saúde da sua pele e o combate à ação dos radicais livres;
  • Alimentos fonte de vitamina B e D, como os produtos lácteos dando preferência sempre pelas versões desnatadas, além de consumir verduras, legumes, ovos, frango, peixes, levedura de cerveja que são alguns dos alimentos em que estas vitaminas se fazem presentes;
  • Alimentos ricos em betacaroteno (precursor da vitamina A) como a cenoura, abóbora, espinafre, agrião, mamão papaia, melão, tomate, pimentão vermelho entre outros.

Com estas dicas de como ativar a química do bronzeado naturalmente, temos a certeza de que você conquistará o bronzeado desejado, elevando a sua autoestima e sensação de bem estar. Se você gostou das nossas dicas de hoje, deixe o seu comentário, participe! Sua participação é sempre mito importante para nós.

Até a próxima e curta o verão!

Comentário

comments