A alergia alimentar é um problema que, infelizmente, tem se tornado cada vez mais comum. É grande o número de pessoas que apresentam intolerância à diversos produtos e acabam sentindo enorme desconforto sempre que ingerem algum desses alimentos.

Para lidar com a alergia alimentar sem sofrer com incômodos provocados pelo consumo dos itens proibidos, é necessário conhecer os grandes vilões do problema.

Pensando em quem já fez o teste, ou está tentando descobrir o que desencadeia essas crises, enumeramos 15 alimentos que provocam alergia alimentar, e porque você deve se afastar deles o quanto antes.

Preste bastante atenção e ANOTE cada um deles!

1. Alergia a Amendoim

alergia alimentar

Foto: PEXELS

O amendoim é um dos principais alimentos a desencadear episódios de alergia alimentar, alguns inclusive graves, provocando falta de ar pelo fechamento da traqueia, enxaquecas, ganho de peso ou até resistência à insulina, podendo levar  ao diabetes do tipo 2.

Esse episódio pode ocorrer pelo consumo excessivo de amendoim. Aqui, o organismo acaba inflamado pela presença exagerada do alimento no organismo.

2. Alergia Alimentar a Frutos de Casca Rígida

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Alimentos como amêndoas, nozes, castanhas de caju e do Pará, avelãs, pistache e pinhões, conhecidos como frutos de casca rígida, são outros grandes causadores de alergia alimentar.

Esse problema, que em geral tem origem genética, pode provocar sintomas leves, como náuseas, vômitos, coceira na pele e no rosto, podendo evoluir ainda para dificuldades para engolir ou respiração curta.

3. Alergia Alimentar a Leite de Vaca

alergia alimentar

Foto: PEXELS

A intolerância à lactose, provocada pelo leite de vaca, é outra alergia alimentarque atinge pessoas de diferentes idades, desde crianças a adultos. Entretanto, a maior parte dos casos aparece durante a infância e desaparece depois dos 16 anos.

A intolerância ao leite de vaca pode aparecer em qualquer fase da vida, e é desencadeada por uma dificuldade do organismo em metabolizar a proteína do leite, que não é digerida e interpretada pelo organismo como uma verdadeira ameaça.

Como resposta à ingestão do leite, algumas pessoas sofrem com enjoo, ânsia de vômito e diarreia.

Normalmente, quem é intolerante ao leite de vaca, acaba sentindo incômodo quando ingere leite produzido por outros animais, como cabras ou ovelhas.

4. Alergia a Ovo

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Outra alergia alimentar surgida durante a infância e que tende a desaparecer durante a adolescência, a intolerância ao ovo causa inúmeros desconfortos, como coceira na pele e caroços vermelhos.

Em alguns casos, essa intolerância pode evoluir para problemas respiratórios e dores de estômago, necessitando de hospitalização.

5. Alergia a Trigo

alergia alimentar

Foto: PEXELS

A doença celíaca é um tipo de alergia alimentar provocada pela intolerância ao trigo, e é muito comum durante a infância, aparecendo geralmente até a 3a infância.

Esse tipo de intolerância é desencadeada por uma incapacidade do organismo em absorver o glúten, presente na farinha. Quem sofre dessa alergia pode se queixar de náuseas, vômitos, diarreia, coceira e caroços vermelhos por toda a pele.

Em casos mais graves, a alergia ao trigo pode provocar espirros ou até evoluir para quadros de asma.

6. Alergia Alimentar a Peixe

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Ao contrário das outras intolerâncias listadas acima, a alergia ao peixe costuma aparecer durante a idade adulta, e não se restringe a todos os peixes. Uma pessoa pode ser alérgica a sardinha e não sentir nada comendo pescada, por exemplo.

Esse tipo de alergia alimentaracontece como resposta do organismo à proteína presente no peixe, e pode provocar sintomas como náuseas, vômitos, diarreia, coceira e caroços na pele, podendo evoluir para crises de asma.

7. Alergia a Frutos do mar

alergia alimentar

Foto: PEXELS

A alergia a frutos do mar é uma das mais comuns entre os adultos em diversos países, e engloba alimentos como camarão, caranguejo, lagosta, moluscos, mexilhões, ostras e vieiras.

Esse tipo de intolerância costuma surgir com mais facilidade durante a idade adulta e acompanha a pessoa ao longo de toda a sua vida, e se inicia por uma proteína presente nestes animais.

A alergia a frutos do mar é uma das alergias alimentares mais perigosas, ela requer muita atenção, pois pode provocar fechamento das vias aéreas e levar a pessoa a morte.

8. Alergia alimentar a Soja

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Alergia alimentar muito comum durante a infância, esse tipo de intolerância está ligado ao consumo de produtos com o grão, como fórmulas, e desaparece até os 10 anos. Quem sofre dessa intolerância costuma reclamar de vermelhidão, coceira no corpo, náuseas e vômitos.

9 . Alergia a Aveia

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Quem sofre de intolerância ao glúten também costuma desenvolver alergia alimentar à aveia, já que o cereal contém essa substância, que não é metabolizada pelo organismo.

10. Alergia alimentar ao Tomate

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Embora não seja muito comum, algumas pessoas podem desenvolver alergia ao tomate, principalmente quando consomem esse produto em demasia. Dentre os sintomas de que uma crise alérgica está se aproximando estão coceira e erupções na pele.

11. Alergia a Frutas Cítricas

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Uma alergia alimentar bastante séria, a intolerância à frutas cítricas é provocada pela dificuldade do organismo em digerir proteínas presentes nesse tipo de alimento. Quem sofre dessa alergia acaba relatando problemas digestivos ou cutâneos.

Os casos mais graves podem reações anafiláticas. Neste caso, é necessário buscar ajuda médica urgente, para liberação das vias aéreas. Quem sofre desse tipo de alergia necessita, ainda, de suplementação de vitamina C, já que não pode ingerir esse alimento.

12. Alergia a Chocolate

alergia alimentar

Foto: PEXELS

A alergia ao chocolate pode aparecer em qualquer fase da vida, e está ligada não ao alimento em si, e sim nos itens utilizados em sua preparação. O mais comum é o leite. Apesar disso, esse tipo de alergia alimentar é o que provoca menos consequências ao corpo, apenas sintomas leves, como diarreia e enjoos.

13. Alergia a Milho

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Algumas pessoas podem sofrer de alergia ao milho, seja em sua forma in natura como em amido de milho, óleo de milho ou farinhas à base desse grão. A intolerância provocada pelo consumo do alimento causa desconfortos intestinais, coceiras e dificuldades para engolir.

14. Alergia alimentar ao Fermento natural

alergia alimentar

Foto: PEXELS

Outro caso, porém mais raro é a alergia alimentar  ao fermento natural utilizado em pães e bolos causa enorme desconforto, como gases, dores de estômago, náuseas e coceiras.

Quando uma pessoa sente qualquer desconforto ao consumir alguns dos alimentos citados aqui, a recomendação é procurar um médico e realizar um teste alérgico, para a definição de quais alimentos podem desencadear essas crises.

Tenha também antialérgicos em sua bolsa, caso consuma acidentalmente esse tipo de alimento que lhe faz mal. Contudo, para evitar problemas, a recomendação é deixar de ingeri-los de uma vez por todas.

Anotou direitinho nossa lista? Fique sempre por dentro de nossas redes sociais para mais dicas! ; )

Queremos que você mantenha o cuidado com a sua saúde SEMPRE em dia, então recomendamos que você também leia:

10 fatos sobre intolerância e alergia alimentar

Como viver bem com alergia ou intolerância alimentar

5 grandes problemas enfrentados por quem tem intolerância a glúten 

Alergia alimentar – Top 15 dos mais perigosos
5 (100%) 1 vote

Nenhum comentário para "Alergia alimentar – Top 15 dos mais perigosos"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat