Em um momento tão delicado como a gestação, todo cuidado é pouco. Por isso, a principal preocupação das mulheres neste momento é a alimentação. Afinal, como uma alimentação para grávida deve ser?

O que uma mulher come e bebe durante a gravidez é a principal fonte de nutrição do bebê. Assim, os especialistas recomendam que uma futura mãe escolha uma variedade de alimentos e bebidas saudáveis ​​para fornecer os nutrientes importantes que um bebê precisa para o crescimento e o desenvolvimento.

Ainda assim, a alimentação para grávida é cercada de dúvidas e de alguns mitos. Por isso, vamos esclarecer como deve se alimentar uma gestante, para garantir muita saúde para a mulher e o bebê.

Alimentação para grávida: nutrientes 

Uma mulher grávida precisa de mais cálcio, ácido fólico, ferro e proteína, de acordo com especialistas. Eis por que esses quatro nutrientes são importantes.

Alimentação para grávida – Ácido fólico

alimentação para grávida

FOTO: PEXELS

Também conhecido como folato quando o nutriente é encontrado nos alimentos, é uma vitamina B que é crucial para ajudar a prevenir defeitos congênitos no cérebro e na medula espinhal do bebê, conhecidos como defeitos do tubo neural.

Durante a gravidez, é aconselhado a aumentar a quantidade de ácido fólico para 600 miligramas de ácido fólico por dia, que é uma quantidade encontrada em uma vitamina pré-natal. É encontrado em vegetais folhas verdes e frutas cítricas.

Alimentação para grávida – Cálcio

alimentação para grávida

FOTO: PEXELS

É um mineral usado para construir ossos e dentes de um bebê. Se uma mulher grávida não consome cálcio suficiente, o mineral será retirado dos estoques da mãe em seus ossos e entregue ao bebê para atender às demandas extras da gravidez.

Mulheres grávidas devem consumir mais de 1.000 miligramas de cálcio por dia. O cálcio é encontrado no leite, iogurte, queijo, sucos e alimentos fortificados com cálcio, sardinha, salmão e algumas folhas verdes, como couve.

Alimentação para grávida – Ferro

alimentação para grávida

FOTO: PEXELS

A alimentação para grávida também deve conter ferro, pelo menos 27 miligramas por dia, que é dobro do valor necessário para mulheres não gestantes. Esse valor extra de deve pela necessidade adicional do mineral para produzir mais sangue e suprir o bebê com oxigênio.

O ferro é encontrado em carne, aves, peixe, feijão e ervilha. Para aumentar a absorção de ferro, inclua uma boa fonte de vitamina C na mesma refeição.

Alimentação para grávida – Proteínas

alimentação para grávida

FOTO: PEXELS

A proteína funciona como “um nutriente construtor”, pois ajuda a construir órgãos importantes no bebê, como o cérebro e o coração, sendo essencial na alimentação para grávida. Pode ser encontrada em alimentos como carne, aves, peixe, feijão e ervilha, ovos, nozes e outros.

Alimentos a serem evitados para grávida

alimentação para grávida

FOTO: PEXELS

Na dieta para grávidas, alimentos como peixes com alto teor de mercúrio, como cavala e atum, devem ser evitados. Comer peixes cru, carne mal cozinha ou crua, ovos crus, cafeína em excesso e leite não pasteurizado trazem riscos à saúde da gestante e do bebê.

Para auxiliar na dieta, procure um nutricionista para que ele possa adequar uma alimentação para a gestação. Caso tenha dúvidas sobre o consumo de determinado alimento, consulte sempre seu médico para sanar as dúvidas!

Veja também:

Conheça os segredos da dieta low carb

Alimentação Para Grávida: Como Deve Se Alimentar Uma Gestante?
Classifique

Nenhum comentário para "Alimentação Para Grávida: Como Deve Se Alimentar Uma Gestante?"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat