Fazer exercícios com regularidade e se alimentar bem vai ajudar você a ter um corpo mais saudável e conseguir se manter sempre dentro do peso esperado. Mas, em diversos casos, sempre irá sobrar aquela gordurinha chata. Por isso, vamos falar sobre a corrente russa, que irá te ajudar nessa situação.
A corrente russa é um tratamento estético, que visa conseguir eliminar aquelas pequenas imperfeições que você não conseguiu resolver na academia. Mas não é só isso.
Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre a corrente russa e o que esperar quando você realiza ele, além de quais são as contraindicações para o procedimento. Veja como este procedimento pode transformar o seu corpo!

O que é corrente russa?

corrente russa
Como o próprio nome sugere, este tratamento foi criado na Rússia, a cerca de 40 anos. O procedimento usa correntes elétricas para estimular os músculos, de modo a causar contrações que vão ajudar a acelerar a circulação e vão fazer o mesmo efeito que os exercícios físicos da academia.
O grande diferencial é que a corrente russa, é sem dúvida, o fato de que ela pode ser utilizada em locais específicos do corpo. Assim, irá conseguir eliminar com facilidade aquelas gordurinhas que insistem em não queimar mesmo depois de uma jornada intensa de exercícios.
Essa versatilidade é o que fez com que o procedimento tenha sobrevivido ao longo de quatro décadas e venha se modernizando a cada ano.
dieta_hcg

Como funciona?

O procedimento utiliza uma cinta elástica com eletrodos de silicone e um gel condutor, o aparato é montado no local onde se pretende utilizar o estímulo e através de uma corrente elétrica.
Os músculos são induzidos a contrair e expandir de modo a fazer a queima da gordura. A eletricidade aplicada, contudo, não causa danos a pele ou dor ao indivíduo que esteja sendo tratado.
A corrente russa é muito utilizada por quem quer definir os músculos e reduzir a flacidez. Os eletrodos colocadas na região desejada trazem o efeito de contração, ajudando a estimular os músculos do corpo.

Quais são os efeitos esperados?

corrente russa
Com a corrente russa, seu corpo terá um ganho de força e crescimento muscular sutil. Também irá ajudar a melhorar a circulação sanguínea. Além de auxiliar na perda de peso, mesmo que de forma indireta.
No início, não era utilizado para fins estéticos. Mas, com o tempo e a descoberta de sua eficiência na modelagem do corpo, logo se tornou um dos tratamentos estéticos favoritos.
Os efeitos da corrente russa beneficiam mulheres que querem acabar com a gordura localizada e também com a celulite. Também trata edemas pós-traumático, agudo e crônico.

É um tratamento eficaz?

De maneira geral é um tratamento muito eficaz, podemos dizer que é um exercício físico passivo no qual apenas dez minutos de uso podem significar o mesmo que 400 abdominais.
Os benefícios para quem estiver fazendo o tratamento são bastante promissores e podem melhorar drasticamente a condição física do corpo.
Embora o tratamento seja comumente feito por pessoas que apenas querem dar um reforço em sua forma física, ele também pode ser utilizado como uma alternativa por pessoas que não têm o tempo ou a disposição para ir a academia de forma regular.
Deve ser feito pelo menos 10 sessões para ter resultados satisfatórios. É recomendado realizar 2 a 3 sessões por semana. Este número é relativo, pois varia de acordo com o condicionamento e necessidade de cada pessoa.
Cada sessão tem duração em média de 20 minutos. Mas o tempo também é relativo, pois varia de acordo com cada região a ser tratada. As sessões podem chegar até a 50 minutos, com a aplicação em diversas áreas do corpo.

A corrente russa pode ser utilizada para emagrecer?

corrente russa
Apesar de induzir o emagrecimento, a corrente russa não é tão eficaz quanto a prática de exercícios físicos. Ela serve para melhorar a aparência da barriga, pernas e glúteos. Se você deseja emagrecer, procure outros tratamentos para tal.
Assim, a corrente russa é considerada como uma coadjuvante no tratamento para emagrecer, e combinado com uma dieta e exercícios, irá ajudar a modelar o corpo e definir os músculos.
A combinação de hábitos saudáveis e tratamentos estéticos podem oferecer resultados incríveis, que você nem imagina. Então, o ideal é utilizar a corrente russa apenas para potencializar seus resultados.

Qualquer um pode fazer?

Na verdade não! Esse é um tratamento bastante receptivo que a maior parte das pessoas pode aderir sem problemas desde que tenham mais de 18 anos, porém existem sim algumas contraindicações que podem ser um impedimento na hora de decidir fazer o tratamento.
Primeiro, é absolutamente não recomendado para pessoas que têm um marcapasso e para pessoas que tenham problemas circulatórios como varizes ou pressão alta.
Além disso, a corrente russa funciona como um exercício físico, então não é indicada para quem têm problemas pulmonares ou para pessoas com problemas renais que podem se intensificar.
Por último e talvez uma das mais importantes contra indicações, é de que pessoas com epilepsia não devem fazer esse tratamento, pois pode desencadear uma crise.
Todo o cuidado é pouco quando se trata de tratamentos estéticos. Ao procurar um profissional para realizar a corrente russa, procure suas referências e qualificação, para que a experiência seja a mais positiva possível.
Gostou de conhecer mais sobre a corrente russa? Compartilhe o artigo com outras pessoas que também vão se interessar!
Veja também:
Bichectomia antes e depois – Não faça antes de ver esse artigo inteiro
Cirurgia Plástica de Orelha: Você sabe quando ela é realmente necessária?
Você quer resultados? Conquiste o corpo dos seus sonhos. Inédito e 100% eficaz

Author

Ludmilla Pessotti é CEO e idealizadora do Balança Certa. Com faculdade de Administração, Marketing e Moda. Fez também diversos cursos de coaching, alta performance, desenvolvimento pessoal, entre outros, onde conseguiu conectar as melhores áreas para criar um site colaborativo criado para levar vida saudável a toda a população.