Olá para você, pessoa querida que busca saúde não só para você, mas também para toda sua família.

Falando em família você está lembrada(o) de uma propaganda de margarina, que está toda a família unida em torno de uma linda mesa de café da manhã, e aquele pão quentinho com a marganina derretendo por cima? Pois é…ela mata.

Eu venho hoje trazer um alerta, pois a mídia mostra a margarina como um alimento saudável e na verdade é exatamente o oposto. A margarina não teve sua criação inicial para ser uma alimento para humanos, foi uma coisa que deu muito errado, e que a indústria não quis perder o dinheiro com a criação dela, vou te contar mais pra frente sobre isso e você vai ficar de queixo caído.

A margarina é feita de gordura parcialmente hidrogenada, ou seja, ela não existe na natureza, é um produto da indústria de processamento de alimentos, e se você parar para prestar atenção todo produto que passa pelo processo industrial faz muito mau.

Veja só, na natureza, quase todas as gorduras e óleos possuem uma estrutura, só que após sofrerem a ação de um bombeamento de hidrogênio sob alta pressão e temperatura, a estrutura se modifica e essas gorduras passam a receber o nome de trans.

A indústria alimentícia adora as gorduras trans. É que os alimentos à base dessas gorduras e óleos hidrogenados possuem um prazo de validade muito maior, sendo assim essas gorduras fazem parte da maioria dos produtos industrializados, ainda mais depois que a composição gordura + açúcar + trigo caiu no gosto popular e teve aceitação em todo o planeta.

As gorduras trans que ingerimos são incorporadas nas membranas celulares, provocando alterações na composição dessas estruturas, que são super delicadas, modificando até o nosso metabolismo para que você entenda a gravidade desse assunto, olhando de forma global, a gordura trans foi um dos fatores que fez com que o planeta ficasse gordo, sendo hoje uma doença em todos mundo e considerada uma pandemia.

A ingestão de gorduras e óleos trans desequilibra a ordem do organismo de ser anti-inflamatório, provocando aumento na ação pró-inflamatórias. Essa alteração pode resultar em uma facilidade muito maior para desenvolver toda sorte de processos que compreendem estados inflamatórios, desde cólicas menstruais, dores nas juntas, nas costas e, claro, dores de cabeça e enxaquecas.

Você aí achando que cólicas menstruais e dores de cabeça são normais, porém não são não. Daí você vai no supermercado todo preocupado com sua saúde, e compra uma margarina caríssima que segundo o rótulo faz bem a o coração, porque eles alegam isso, porém está sendo enganado.

A margarina e as gorduras hidrogenadas trans podem elevar o colesterol ruim, baixar o colesterol bom, aumentar os níveis de uma substância geradora de doenças arteriais denominada lipoproteína, diminuir o volume e o poder nutritivo do leite materno, prejudicar a resposta imunológica, diminuir os níveis de testosterona, inibir a ação de enzimas necessárias ao bom funcionamento das membranas celulares, e prejudicar a incorporação de importantes óleos ômega-3 pelo organismo, como isso pode fazer bem a saúde?

Como pode a indústria de alimentos poder mentir assim para o consumidor, sem ter ações de punição? O que isso parece para você? Conxavo caro leitor. Mas isso não vou tratar aqui por ser muito abrangente, talvez um dia quem sabe?

Existem, hoje, milhões de pessoas consumindo, regularmente, gorduras e óleos hidrogenados, sofrendo os efeitos colaterais destes produtos, e simplesmente mascarando os seus sintomas com remédios, sejam eles preventivos ou para crise, ao invés de realizarem mudanças básicas na alimentação.

Você vai sentir grandes melhoras de quadros como enxaqueca, dores nas costas, cólicas menstruais se retirar totalmente o uso de gorduras e óleos trans da sua dieta.

E você deve estar se perguntando, como não usar gorduras trans? Leia os rótulos! Todos eles! Leia-os como se a sua vida dependesse deles. E na verdade, ela depende mesmo!

#ficadica  >>>  Uma forma fácil e rápida de escapar dos trans, é usar o menos possível dos produtos industrializados. Mas quando esses alimentos se tornam necessários, uma forma fácil de detectar o que consumir é ver qual existe há mais tempo. Sempre pegue os produtos que existem desde sempre…

Ex: margarina é coisa moderna, manteiga existe há dois mil anos: compre manteiga.

Molhos industriais existem a pouco tempo, azeite existe há milhares de anos: compre azeite

Xarope de milho existe há pouco tempo, mel existe desde sempre: compre mel. 

Facilitou bastante não é mesmo? Eu sempre faço isso.

É de arrepiar os cabelos que, hoje em dia, com tantas informações científicas à disposição, a maioria dos médicos e nutricionistas ainda considera a margarina como sendo um alimento saudável, e recomenda o uso deste ingrediente no lugar da manteiga para tentar prevenir ou melhorar as doenças do coração de seus pacientes. O fato científico indiscutível e consumado é que as gorduras trans aumentam o risco cardíaco muito mais que as gorduras naturais na dieta.

Pois é, no início eu te disse que a margarina inicialmente foi feita para um fim que deu muito errado não foi? Pois é, a margarina inicialmente foi inventada para engordar perus, mas as aves estavam morrendo de ataque do coração dando muito prejuízo aos criadores.

Assim aquela pasta branca, ransosa e sem gosto precisava ter um outro destino, afinal muito dinheiro foi investido na criação dela. Eles tentaram de tudo, e a pasta foi para ser transformada em uma espécie de graxa, mas o resultado não agradou. Aí um gênio (do mau) teve a grande ideia de colocar um pigmento amarelado junto com sal, dando o que hoje se chama de margarina. Uma pasta de gordura de péssima qualidade que matou perus, acabou se tornando alimento para a gente comer, e para piorar falando que fazia bem…exatamente onde matava. No coração. Para fechar com chave de ouro, eles colocam um rótulo ‘light’ que diz que o produto ainda faz bem ao coração.

E para dar uma zuada com a nossa cara (porque eles são desses),  coloca um peru bem feliz na embalagem da margarina. Ao meu ver o peru ficou feliz, porque ele vive e nós morremos…seria isso uma pegadinha do capiroto?  : /

Por essas e por outras, defenda a sua saúde abolindo totalmente a margarina e as gorduras trans da sua vida, tem na geladeira? Joga fora. Pensa que aquilo custa dinheiro não, por favor. Sua saúde vale muito mais. Eu posso te passar a informação, mas a ação só depende mesmo de você!

Escreva para mim se você já sabia disso, e me diz o que achou. E se você conhece alguém que é apaixonado por uma margarina, por favor compartilhe esse post com ela.

E para ficar sabendo de todas as novidades, se inscreva na nossa lista Vip, Abraço grande. LovLud…

Batalha: Manteiga X Margarina -Fight!
5 (100%) 1 vote

Nenhum comentário para "Batalha: Manteiga X Margarina -Fight!"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat