Olá, hoje eu vim trazer uma informação que talvez você até já conheça, mas não está sabendo como lidar com ela. Mas como uma pessoa de atitude que você é, isso precisa vir à tona, ser analisado e eliminado de uma vez por todas, afinal não é só vaidade, é questão de saúde.

Ter alguém que fica sabotando a sua dieta por exemplo, uma namorada ciumenta que está louquinha para que você fique gordinho, uma avó desesperada pra agradar o netinho que já cresceu e que vive oferecendo coisas deliciosamente engordativas, os amigos que amam tomar uma cervejinha com torresmo, e por aí vai. Os encontros sociais todos circulam em torno de comida, sempre foi assim e sempre será, afinal precisamos comer não é mesmo?

Mas o que você coloca para dentro do seu corpo precisa ser mais importante do que um “afago emocional” em alguém que quer te agradar, você não acha? Tem gente que encontra problema em dizer um não, ou acha falta de educação, ou uma desfeita.

Mas deixa eu perguntar uma coisa, se alguém vier te oferecendo água do mar para colocar no tanque do seu carro, você diria sim só para não fazer uma desfeita? Creio que não. Então porque aceitar comer lixo se você não é uma lixeira? Soa meio estranho, ou meio rude, porém muitos produtos alimentícios não estão nem em categoria de alimento, basicamente falando, é água do mar no tanque do seu carro.

Logo, o que seria mais lógico? Você dar valor ao seu corpo, que você vai precisar carregar por toda sua vida, ou dar mais valor a um carro que você troca de 2 em 2 anos? Vou deixar a resposta para você pensar.

Porém, infelizmente você deve ter sentido mais estranheza quando eu disse em colocar água do mar no tanque do seu carro, do que você comer besteira só para agradar alguém, estranho isso não é? Portanto, resista à essa sabotagem, o corpo é seu e só você pode dizer o que entra e o que não entra, é certo que somos o que comemos, alimentos saudáveis nos nutrem, nos deixam mais saudáveis, nos deixam mais inteligentes, nos dão mais anos de vida e vida plena.

Pode não ter o gosto tão ‘explosivo’, quanto alimentos industrializados super saborosos, mas cheios de conservantes e produtos químicos que permitem imitar o sabor, aroma e cor dos produtos naturais. Mas será que o consumo a longo prazo dessas substâncias vai te manter saudável por muito tempo?

É preciso que você se conheça e descubra o porquê de sentir dificuldade de recusar comida quando alguém lhe oferece. Pode ser que surja algum tipo de sentimento de que você não esteja sendo educado(a) ou vai desagradar as pessoas, tendo aquela forte necessidade de aceitação. Se for por isso, tente se lembrar do tanque do carro com água do mar, mentalize isso e diga não, pronto e ponto.

Até que ponto você consegue dizer “não”?

Mudar faz parte do processo de melhoria de qualquer ser humano e muitas vezes, uma dieta pode te fazer sair da sua zona de conforto. Eu posso atirar a primeira pedra, porque a minha ficha mesmo demorou pra cair. Espero que este não seja o seu caso, mas tente responder comigo e aproveite pra refletir um pouco. Esse teste eu fiz na ocasião que iniciei uma dieta em uma clínica, com a finalidade de analisar o meu comportamento e a minha saúde emocional, pois esses elementos estão relacionados direta ou indiretamente com o fato de engordar.

Vamos começar?

1. Existem razões que você acredita que não dependem de você e que te levam a estar acima do peso? Exemplo, idade, hormônios desregulados. Caso seja positivo, o quanto você acredita que isso impede que você emagreça e mantenha?

Veja só, uma coisa é alguém achar que possa estar sofrendo de alguma coisa e outra, é ter a certeza disso. Muitos fatores são bem relativos. Como exemplo, existem pessoas que apresentam distúrbios hormonais precocemente e que a idade nada tem a ver. Ao mesmo tempo, existem casos de pessoas que com o passar do tempo, os hormônios se alteram devido a diversos fatores como estresse, hábitos não saudáveis, propensão genética, uso de medicamentos…

Enfim, o ideal é não ficar só no “achômetro” e fazer check-ups médicos regulares pra saber se a sua saúde está em dia. Enquanto você não tiver certeza de sua real condição de saúde que cause algum impedimento, não há motivos que te limitem de fazer uma dieta, até porque, em muitos casos, uma dieta pode ser um passo importante pra que a sua saúde possa melhorar ainda mais.

2. Você se julga, critica a si mesmo(a) por estar acima do peso? Liste esses pensamentos negativos e como eles fazem você se sentir.

Esse é o famoso “quem nunca”, né? Quando eu me olhava no espelho e via aquela mulher gordinha, eu não queria aceitar aquela condição e ao mesmo tempo, batia um sentimento de culpa muito grande por ter vacilado tanto comigo mesma. Porém, eu não sou daquelas pessoas que simplesmente ignoram o que vê no espelho.

Eu queria era mais mudar aquilo, toda aquela gordura não me pertencia antes! Eu me sentia mal até de sair de casa, tinha vergonha de aparecer publicamente para as pessoas conhecidas que costumavam me ver magra e sempre malhada. Se for listar aqui todas as coisas que passavam pela minha cabeça, com certeza vão fazer você cair numa depressão profunda!

Mas se esses pensamentos não tão positivos de si mesmo(a) vivem te assombrando, meu conselho é que você não fique nessa vibração e comece a se despertar pra algo maior e mais nobre.

Se você tem família, filhos, é casado(a), comece pensando no seu companheiro(a), em seus filhos, em como gostaria de servir de exemplo de alguém que preza a saúde pra eles…Comece a pensar na pessoa que estiver com você, em querer manter o desejo sempre aceso com uma aparência atraente e, melhor e mais importante de tudo, nutra um desejo de mudar esses pensamentos negativos, transformando-os em imagens positivas de si mesmo(a).

Se você não se amar em primeiro lugar, não vai ter dieta que funcione.


3. Tem alguma coisa que seus pais falavam sobre a comida que pode contribuir pra você comer mais do que deveria? Exemplo: tanta gente passando fome, não deixe comida no prato…

Esta é uma situação típica mais frequente do que imaginamos, principalmente de quem veio de famílias de imigrantes ou de famílias que em algum passado distante, enfrentaram limitações financeiras. Sou descendente de italianos e por um costume familiar, meus pais sempre me instruíram a não deixar nada no prato, tanto em casa quanto na casa de outras pessoas.

Isso também acontece com pessoas que vieram de famílias menos favorecidas economicamente, porque devido a tantas restrições, hoje se tornaram compulsivas na comida de forma até inconsciente por não poderem ter comido de tudo que queriam.

Conheço muitas pessoas que me relatam que seus pais sempre lançavam aquela velha chantagem emocional do “tem gente passando fome no mundo, não podemos desperdiçar nada…”. Na realidade, nossos pais não faziam isso por mal, eles faziam isso pra nos ensinar a valorizar o que temos, porém, isso acaba refletindo no background psicológico dos adultos de hoje.

Se você se encaixa em algumas dessas situações, ou até em ambas, o que acha de mandar esse agente sabotador pro passado de uma vez por todas? Afinal, se você hoje se tornou um adulto consciente, não há razões pra se manter apegado(a) nessas ideias limitantes que podem trazer consequências graves, como a obesidade e as doenças que surgem com ela.

4. Você tem se proporcionado diversão, lazer e outros prazeres saudáveis, ou o seu foco de prazer tem sido mais a comida?

Quem não gosta de ir a um bom restaurante, ir pra um churrasco com os amigos, ir numa festa cheia de coisas deliciosas? Que todo mundo adora comer, isso é fato e mais fato ainda é que a maioria das atividades sociais envolvem comida.

Mas que tal deixar um pouco as gordices de lado e pensar em atividades mais saudáveis? O nosso país é abençoado pela natureza e onde moro, aqui em Vila Velha, tem praias bem gostosas onde famílias inteiras fazem caminhadas, praticam esportes diversos e fazem programas bem mais saudáveis.

Se você mora em cidades mais agitadas como São Paulo, não seja por isso, busque opções culturais, explore os parques ou simplesmente quebre a rotina, vai dar uma pedalada, faça uma caminhada, leve seu cachorrinho pra passear mais vezes…Sua saúde agradece e seu pet também! 😉

Saia um pouco de cima do prato, comer é bom e todo mundo gosta, mas alimentação descontrolada e exagerada pode causar danos muitas vezes irreversíveis à sua saúde.

5. Você tem medo de começar a ter um estilo de vida mais saudável e perder ou reduzir uma grande fonte de prazer da sua vida (a comida)?

Essa questão é um complemento da anterior e cai naquele ponto do “o quanto vale a pena mudar pra melhor”. Se você está com sobrepeso, as possibilidades de desenvolver complicações físicas são muito grandes.

Eu mesma tive dificuldades em caminhar e até mesmo em amarrar o cadarço do meu tênis. Sem contar as outras inúmeras dificuldades que uma pessoa com obesidade mórbida enfrenta, como fazer a própria higiene íntima e ter privação de movimentos sempre na dependência de terceiros. Fala sério, isso não é vida pra ninguém!

Mediante a tantos problemas e dificuldades que uma obesidade possa causar, o melhor é mudar um pouco o foco da comida e direciona-lo para objetivos maiores.

6. Tem alguém que você sente ou teme que vai ficar com inveja se você emagrecer? Em caso positivo, isso lhe incomoda? De que forma isso pode sabotar você?

Isso é um alerta. Seu agente sabotador pode estar mais perto do que imagina. E não falo só você mesmo(a), mas de pessoas próximas, como marido, esposa, namorado, namorada…até mesmo seus irmãos, amigos e pessoas do convívio cotidiano, como colegas de trabalho ou de faculdade.

O mais importante é você identificar quem são e colocar na sua mente que a pessoa mais importante do mundo, em primeiro lugar, é você mesmo(a)! E se sua (seu) namorada(o) morre de ciúme de você, por ficar cada vez mais atraente, coloque na cabeça que o problema definitivamente não é seu e sim, de quem sofre desse tipo de insegurança.

7. Você teme ter que se afastar socialmente dos amigos ou familiares se começar a ter uma vida mais saudável? Você teme ficar muito diferente das pessoas?

Uma coisa é bem certa. Aqueles que realmente se preocuparem com você não vão achar nenhum pouco ruim de você estar buscando um estilo de vida melhor e mais saudável. Pode ser até que desperte o mesmo interesse nessas pessoas bem-intencionadas, por que não?

E no mais, é certo de que à medida que você for ficando mais seletivo e exigente consigo mesmo(a), buscando um estilo de vida melhor e mais saudável, é natural que alguns conhecidos se afastem ou até mude um pouco o perfil das pessoas em sua volta, mas esse é o ciclo de vida que faz parte de qualquer pessoa. O que interessa é que quem realmente se importar com o seu bem-estar, não vai te abandonar nunca, independente das escolhas que faça.


8.Você sente inveja ou raiva das pessoas magras ou das pessoas que comem e não engordam?

De novo, “quem nunca”, né? Afinal, todo mundo é filho de Deus e não existe perfeição nesse mundo. Porém, já parou pra refletir que nem todas as pessoas que são magras hoje nem sempre foram tão magras assim? Basta abrir qualquer site ou revistas de celebridades que vira e mexe você vai se deparar com notícias de modelos, atores e atrizes que já enfrentaram a obesidade.

E claro, também tem aquelas pessoas que comem feito umas dragas mas que não engordam de jeito nenhum! Sorte delas que já possuem essa predisposição genética que as fazem dessa forma, mas se você não tem a mesma estrela brilhante na sua direção, o melhor e mais bonito a se fazer é tirar o olho gordo delas e se voltar a quem realmente interessa, ou seja, a você.


9. O que você sente com relação ao padrão social de magreza que é divulgado o tempo inteiro? Traz algum tipo de sentimento negativo pra você? Que tipo de sentimento (revolta, tristeza, inferioridade, etc…)?

A mídia vive estampando celebridades lindas e magras e infelizmente, acabou ditando tendências que deixaram e deixam muitas pessoas de mal com o espelho (olha eu aqui de novo!)

Quem vive de profissões ligadas à moda ou no meio artístico mantém esse padrão, mas isso não quer dizer que em algum momento não possa se estender às “pessoas normais”, como eu e você, por exemplo.

Acha que estou sendo muito pretensiosa? Então, pensa comigo: o que impede de sermos como eles, de ficarmos magros e esteticamente atraentes? O que pode estar no caminho pode ser seu bloqueio interno e pensamentos limitantes, que faz se sentir por vezes inferior e até não merecedor(a) de possuir uma beleza igual dos famosos.

Hoje em dia permanece obeso quem quer, porque existem meios acessíveis de emagrecimento, que possibilitam qualquer um a ficar com o corpo desejado.


10. Existe algum sentimento de que você é uma pessoa gulosa, sem força de vontade, fraca ou algo desse tipo por não ter ainda superado o problema do peso? Tem alguém que tenha ajudado a reforçar esses sentimentos? Em caso positivo, o que essa pessoa diz ou dizia e o que você sente ao pensar nisso?

Não importa em qual ambiente esteja, sempre vai ter alguém que vai te botar pra baixo, de fazer você se sentir mal, seja por palavras julgadoras ou lançando olhares que te condenam. O que falta, na maioria dos casos, são pessoas que nos apoiam de maneira totalmente incondicional, que estão ali pra te incentivar a encarar uma dieta e até puxando a sua orelha visando o seu bem-estar.

Mas de nada vai adiantar ter pessoas bacanas ao seu lado se o seu pensamento e a visão que tem se si mesmo(a) é de alguém perdedor(a), incapaz de superar os seus próprios pontos fracos. Se não mudar essa força de vontade interior e seus pensamentos limitantes, não há dietas nesse mundo que possa fazer milagres por você.

Sobre pessoas tóxicas, que vivem apontando o dedo pra gente, pense que eles estão plantando coisas ruins pra elas mesmas. Tente, na medida do possível, ignorar as críticas ruins e se volte pra você mesmo(a), pois você é a única pessoa nesse mundo a saber bem das próprias dores que enfrenta.

 


11. Você acredita profundamente que merece ser uma pessoa magra, saudável e feliz? Existe algum conflito em sentir que você merece isso? Numa escala de zero a dez, o quão merecedor você se sente de ser uma pessoa magra, saudável e feliz?

Se você respondeu qualquer número que esteja abaixo de 5, isso é um sinal de alerta. Isso aponta que você ainda não consegue se ver da maneira como deveria e gostaria de estar. De novo, se você não mudar seus pensamentos limitantes, não acreditar que seja digno(a) de ter uma transformação positiva em sua vida, então de nada irá adiantar fazer uma dieta.

Agora, se você respondeu uma pontuação entre 6 e 8, talvez esteja no caminho de se superar, mas ainda existe algumas coisas que precisa trabalhar internamente, como ter mais um pouco de força de vontade, capaz de iniciar uma dieta e seguir com ela até o fim.

E se você respondeu acima de 8, então, parabéns! Suas chances de obter êxito total em sua dieta são enormes! 😀


12. Você sente que a comida é mais forte ou tem muito poder sobre você? Em caso positivo, numa escala de zero a dez, o quanto você sente que a comida é mais forte do que você
?

Nem vou falar em medir escalas, pois aqui eu vou direto ao ponto.

O que tem que prevalecer é sua VONTADE, a sua mente deve estar mais fortalecida e focada em eliminar de vez o problema de sobrepeso.

Caso sofra ainda em controlar suas tentações, eu recomendo que busque as respostas além de uma dieta, pois isso pode estar relacionado a alguma carência, um momento de estresse, frustrações…enfim, existem inúmeros fatores que nos levam a descontar no prato e que merecem reflexões e análises mais aprofundadas.


13. Você acha que se levar uma vida mais saudável isso vai interferir na sua vida social de maneira negativa? De que forma você acha que isso pode sabotar o seu emagrecimento?

Volte lá na questão 4, onde eu comento sobre os eventos sociais. Se você aderir à dieta hCG, eu garanto que 20 ou até mesmo 40 dias vão passar bem rápido e repito, quem realmente se importar com você, vai respeitar e entender o seu momento. E tem mais, o que é mais importante? Estar numa balada, num churrasco engordando mais ainda ou se cuidando, voltando a atenção pra si mesmo(a)? Pense que esses momentos podem voltar depois e até lá, você estará mais magro(a), lindo(a) e arrancando elogios de todo mundo! 😉

Curtiu o artigo? Então, deixa seus comentários e aproveita pra assinar a nossa LISTA VIP pra receber conteúdos exclusivos do Balança Certa sempre em primeira mão!

Beijos e até o próximo! LovLud

Descubra os sabotadores ocultos da sua boa forma
5 (100%) 3 votes

Nenhum comentário para "Descubra os sabotadores ocultos da sua boa forma"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat