Apesar do nome, a dieta paleolítica ou paleo, ou ainda “dieta das cavernas”, não é somente uma dieta, mas sim um estilo alimentar. A dieta prega os hábitos alimentares do homem paleolítico, período antes do início da produção agrícola. Ou seja, podemos consumir tudo que poderíamos caçar, colher, coletar ou pescar. Consumindo apenas comida de verdade.

Estudos científicos vêm demonstrando que este tipo de alimentação causa uma melhora significativa em condições clinicas como: glicemia, colesterol e triglicérides.

Como funciona a dieta paleolítica

A dieta paleolítica é baseada em uma alimentação rica em: legumes, verduras, hortaliças, frutas, proteínas, oleaginosas e gorduras naturais dos alimentos.

Na dieta paleo, devem ser excluídos alimentos industrializados e processados que, em sua maioria, vêm lotados de conservantes, corantes e outras substâncias danosas à saúde. Outro ponto importante da dieta é a exclusão dos carboidratos refinados, grãos e cereais como trigo, cevada, soja e até milho.

A dieta exclui também leguminosas, produtos lácteos e óleos processados. Alimentos diet, light ou zero também não entram nessa dieta, por serem considerados industrializados.

Veja Também: Alimentos orgânicos – Tudo o que a sua saúde precisa!

Temos muitas variações da dieta paleo. Algumas delas nos permitem comer alimentos como queijos, manteiga e leguminosas, pois essas adaptações defendem que a civilização conquistou algumas coisas que, apesar de terem surgido após o período paleolítico, não fazem mal à saúde.

Quem deve seguir  a dieta paleolítica?

A dieta paleolítica pode ser seguida por todas as pessoas que desejam uma mudança para o resto da vida na maneira de se alimentar, melhorando todos os aspectos de saúde e bem-estar.

Pessoas acima do peso podem, e vão, perder peso com essa dieta, se seguirem respeitando os alimentos permitidos e proibidos.

dieta paleolítica

Benefícios da dieta paleolítica

Entre os benefícios da dieta paleolítica estão:

  • Auxilio na perda peso;
  • Aumento dos níveis de energia;
  • Melhora na concentração;
  • Diminuição das acnes;
  • Diminuição das alergias;
  • Redução das artrites;
  • Prevenção contra o câncer;
  • Redução de dermatites;
  • Prevenção da depressão;
  • Diminuição da síndrome do intestino irritável;
  • Prevenção contra enxaqueca;
  • Redução de inflamação e edemas;
  • Adequação de peso.

Outro benefício muito importante é a sensação de saciedade que a dieta gera, em virtude da sua quantidade de gorduras boas. A diminuição da gordura no fígado, é outro fator que pode ser melhorado nessa dieta.

Quais são os alimentos da dieta paleolítica?

A dieta paleo originalmente inclui os alimentos abaixo:

  • Carnes;
  • Aves;
  • Hortaliças;
  • Legumes;
  • Verduras;
  • Raízes tuberosas;
  • Frutas;
  • Frutos do mar como peixes, mariscos, ostras e camarões frescos;
  • Ovos – todos os tipos;
  • Gorduras de fontes naturais.

A ideia da dieta paleolítica é que você consuma alimentos orgânicos e carnes de caça, e não de criadouros. Porém, se isso não for possível, apenas o fato de consumir os alimentos acima já trará inúmeros benefícios à sua saúde.

Outro ponto a se prestar bastante atenção é qual o seu objetivo com a dieta paleo. Se for emagrecimento, algumas frutas e raízes devem ser consumidas com moderação. E se o objetivo for ganho de massa muscular esses mesmos alimentos podem e devem ser consumidos.

Quando devo me alimentar na dieta paleolítica?

Ao contrário do antigo conceito de que todo mundo deve comer de 3 em 3 horas, a dieta paleo preconiza que não existe uma regra de intervalo em refeição. Tudo é variável e depende da rotina habitual de cada pessoa.

Na dieta paleo, você pode comer o quanto quiser dos alimentos permitidos quando sentir fome, até se sentir satisfeito. Jejuns de algumas horas acabam acontecendo naturalmente, quando a dieta regula os níveis de insulina e isso é algo completamente normal.

A dieta paleolítica pode ser feita por todos?

Os portadores de patologias crônicas relacionadas à hipercolesterolemia, diabetes, doenças renais e hepáticas, devido a liberação de carnes e alimentos fonte de gordura, devem procurar seu médico ou nutricionista, antes de iniciar qualquer tipo de dieta.

Crianças também não devem seguir essa dieta, ou podem seguir de forma adaptada, respeitando as suas necessidades que são diferentes das necessidades dos adultos.

Atualmente, ainda não existem pesquisas sobre a dieta paleo que possam afirmar que ela faça mal à saúde de quem não tenha problemas prévios relacionados à alimentação, porém é importante sempre procurar a orientação de um profissional de saúde.

dieta paleolítica

E então você conhece alguém que faz a Dieta Paleo? Se sim, compartilhe conosco os resultados.

Se conhecer esta dieta te ajudou de alguma forma, compartilhe as informações obtidas, para que mais pessoas possam ter a oportunidade de mudar o estilo de vida.

Até mais!

LovLud

Conheça Tudo Sobre A Dieta Paleolítica – O Que É E Como Funciona
5 (100%) 4 votes

Nenhum comentário para "Conheça Tudo Sobre A Dieta Paleolítica – O Que É E Como Funciona"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat