Os profissionais de saúde consideram o paracetamol (Tylenol) o mais seguro analgésico de venda livre e redutor de febre que você toma quando está doente. Mas grávida pode tomar paracetamol?

O acetaminofeno, que é o paracetamol, tem sido amplamente utilizado há décadas e uma extensa pesquisa mostra que é seguro tomar durante a gravidez.

No entanto, nenhum medicamento é considerado 100% seguro. Pesquisadores ainda estão verificando se tomar paracetamol durante a gravidez é seguro ou não. Em alguns estudos, mostraram que o paracetamol pode levar a:

Problemas comportamentais

grávida pode tomar paracetamol
Existem várias pesquisas para garantir se é seguro grávida pode tomar paracetamol. Alguns estudos sugerem que tomar acetaminofeno durante a gravidez – particularmente em grandes quantidades ou no final da gravidez – pode estar ligado a problemas comportamentais.

Alguns problemas como transtorno do déficit de atenção e hiperatividade. Além de transtornos hipercinéticos em crianças. No entanto, mais pesquisas são necessárias.

  1. Asma

grávida pode tomar paracetamol
Uma pesquisa feita sugere que o uso de paracetamol durante a gravidez pode estar ligado à asma em crianças. Mas, novamente, mais pesquisas são necessárias para descobrir se o efeito é devido ao paracetamol ou a outros fatores, como a doença ou condição da mãe que ela tratou com paracetamol.

O estudo acompanhou crianças até seis anos após o nascimento e não encontrou uma conexão entre a asma e o uso de acetaminofeno em mães durante a gravidez, mas esse período de estudo pode ter sido curto demais para tirar conclusões.

Criptorquidia

grávida pode tomar paracetamol
Nessa condição, um ou ambos os testículos não descem, e algumas pesquisas indicam que a exposição ao paracetamol – especialmente durante os dois primeiros trimestres e por mais de quatro semanas – torna mais provável que os meninos nasçam com criptorquidia. Outros estudos não mostram essa conexão, no entanto.
dieta_hcg
Os especialistas não acreditam que esses possíveis riscos sejam motivo para não tomar paracetamol se você precisar de um alívio da dor durante a gravidez. Mas converse com seu médico, especialmente se você precisar tomar paracetamol com frequência.

Então, grávida pode tomar paracetamol? A resposta estará com seu médico!

grávida pode tomar paracetamol
Quando você está grávida, o ideal é quetome o mínimo de medicamentos possíveis. E, quando for necessário tomar, se atentar para não tomar mais do que as doses recomendadas e quantidade diária total.

Tomar muito paracetamol é perigoso e corre o risco de ferir o fígado e, mais tarde na gravidez, o fígado do seu bebê.

Além disso, verifique com seu médico antes de tomar qualquer remédio para múltiplos sintomas, como dor de cabeça e febre.

Embora nada seja 100% seguro ou efetivo, este medicamento de venda livre é considerado de risco muito baixo para você ou seu bebê durante a gravidez.

É aconselhável conversar com seu médico se você tiver dores de cabeça ou outros sintomas recorrentes, pois podem haver outras maneiras de melhorar, sem ter que recorrer a remédios. E também estar informada, desde o início da gravidez, quais medicamentos são seguros, antes de você potencialmente precisar deles. Certifique-se de manter uma lista!

E mais uma observação! Não é considerado seguro tomar ibuprofeno (Advil, Motrin) ou aspirina durante a gravidez, a menos que prescrito pelo seu médico!

IMPORTANTE: As informações fornecidas por este artigo pela nutricionista Michelle Leite não substituem uma consulta com seu médico, ginecologista, nutricionista e não devem ser interpretadas como aconselhamento individual.

Nenhuma omissão ou ação deve ser tomada com base unicamente neste conteúdo. A gravidez e amamentação precisam ser levadas com a maior seriedade, sendo assim consulte seu médico para ter certeza que estas informações são apropriadas para você.

Veja Também:

Por Que Estão Nascendo Tantas Crianças Alérgicas?

Homem grávido? Importante descoberta revela

Author

Ludmilla Pessotti é CEO e idealizadora do Balança Certa. Com faculdade de Administração, Marketing e Moda. Fez também diversos cursos de coaching, alta performance, desenvolvimento pessoal, entre outros, onde conseguiu conectar as melhores áreas para criar um site colaborativo criado para levar vida saudável a toda a população.