Se você não é tem intolerância à lactose, com certeza conhece alguém que enfrenta esse problema. A restrição, como nós sabemos, vai muito além do copo de leite e acompanha todos os derivados (manteiga, biscoito amanteigado, chocolate, pudim, queijo, iogurte, bolos e pães).

Antigamente não havia tantos casos de intolerantes à lactose, mas isso leva a crer que a verdade fica escondida no leite de caixinha, que por mais que pareça inofensivo, é um alimento industrializado que geralmente é consumido todos os dias.

Assim, todos os hormônios, aditivos e conservantes presentes na sua fórmula, passam a fazer parte da nossa dieta sem que sejamos sequer capazes de nos dar conta.

Leite de caixinha é pasteurizado em elevadas temperaturas

intolerância à lactose

O que provoca não só a morte dos micróbios que fazem mal, como daqueles micro-organismos que fazem bem e ajudam da digestão, acarretando na perda do seu valor nutritivo.

Você sabe como é feito o diagnóstico de intolerância à lactose?

intolerância à lactose

A lista de sintomas pode ser extensa. Enjoo, náuseas, mal estar, prisão de ventre ou diarreia, mas esses são apenas alguns dos sintomas que costumam se manifestar nas pessoas que possuem intolerância à lactose.

Apresentando esses sintomas ao médico, o esperado é que ele passe um exame para você que consiste em tomar uma dose de lactose em jejum e colher, após algumas horas, amostras de sangue para indicar os níveis de glicose. Na ausência de quaisquer alterações, confirma-se que o paciente é intolerante à lactose.

Pode surgir em qualquer idade: ninguém está protegido!

intolerância à lactose

A causa é incerta, embora possamos arriscar que o consumo de leite industrializado e pasteurizado ao longo dos anos possa ter influenciado, em razão dos conservantes e aditivos em excesso e que não estão presentes no leite fresco.

Ninguém está livre de ser ou se tornar intolerante à lactose. Adultos, crianças e idosos podem manifestar os sintomas que indicam que algo está errado e precisa sofrer modificações.

Tomar leite é importante, pois essa é uma das principais fontes de cálcio para os seus ossos.

intolerância à lactose

Como de fato costumam anunciar as embalagens; o leite é um alimento rico não somente em proteína e vitaminas, sendo uma importante fonte de cálcio.

Como crianças estão na fase de crescimento; idosos e mulheres gestantes estão dividindo seus nutrientes com os seus bebês; o consumo de leite deve ser superior quando comparado a uma pessoa adulta; mas essa também, sem sombra de dúvida; deve incrementar o leite na sua alimentação.

Daí a importância das opções que prometem substituir o leite de vaca e derivados e facilitar a vida daqueles que possuem intolerância à lactose.

Alimentos substitutivos para quem possui intolerância à lactose

Se há um ponto “positivo” no aumento da população de intolerantes à lactose; é o surgimento de diversos alimentos livres de leite de vaca e derivados. Como é o caso do famoso leite de amêndoas ou de arroz; mas além das opções de chocolate sem lactose, etc.

Ainda existe agora no mercado o próprio leite de vaca sendo vendido com a presença da enzima lactase; ou seja, mesmo a pessoa que possui intolerância poderá ingerir esse leite sem os clássicos sintomas de outrora.

Por serem produtos especiais; nem sempre o seu bolso pode sair feliz ao final da ida ao mercado; mas o importante é garantir uma alimentação saudável e que não prejudique o funcionamento do seu organismo.

Veja também:

Conheça A Diferença Entre Alergia e Intolerância Alimentar

Dicas Simples Para Perder Peso Mais Rápido Na Dieta DCG

Confira agora 5 curiosidades sobre a intolerância à lactose
5 (100%) 3 votes

Nenhum comentário para "Confira agora 5 curiosidades sobre a intolerância à lactose"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat