É possível levar uma vida saudável e livre de desconfortos causados pelas alergias e intolerâncias alimentares.  Antes de tudo, é importante saber que alergia alimentar e intolerância alimentar não são as mesmas coisas.

É essencial lembrar que os alimentos estão relacionados com a saúde e com a doença. É importante pesquisar, entre os alimentos ingeridos, quais os causadores de reações secundárias, e reestruturar a sua alimentação. Dando assim a você, uma verdadeira oportunidade de se sentir melhor.

Como viver bem com alergia alimentar ao leite de vaca

Na alergia alimentar ao leite, os alimentos desta origem devem ser excluídos totalmente da sua dieta. Não podem haver exceções. O leite é muito utilizado em preparações industrializadas, e podem estar inclusos em diversos  alimentos de forma mascarada.

Alimentos e ingredientes proibidos:

  • Soro de leite, whey protein, proteína láctea, proteínas do soro, caseína e caseína hidrolisada.
  • Bebida láctea, queijos em geral, coalhada, manteiga, fosfato de lactoalbumina e doce de leite.
  • Lactato, lactose (pode conter traços proteicos), leite integral/semidesnatado/desnatado, leite sem ou com baixo teor de lactose, leite em pó, leite de cabra/ovelha.
  • Caseinato de potássio, iogurte, lactoglobulina, petit suiss, lactoferrina, leite condensado, lactoalbumina, chantili (pode conter caseinato), nata, molho branco e outros que tenham leite.
  • Chocolate, sabor ou aroma de manteiga/ margarina/ caramelo/ baunilha / queijo/ coco, traços de leite, leite fermentado.
  • Proteína do leite hidrolisada, requeijão, composto lácteo, margarina que contenha leite e creme de leite.

Produtos que podem conter leite em sua composição: 

  • Biscoitos e bolachas, sorvete, achocolatados, bolos e tortas, pudim, pães, embutidos e purês.

Alguns alimentos permitidos:

  • Leite de arroz, leite de aveia, leite de coco, leite de castanhas, manteiga Ghee e queijo feito de arroz.
  • Soja (tofu), amêndoas e cânhamo, carnes em geral, vegetais, frutas, cacau em pó, geleias, creme de amendoim, bala de coco e tahine.

É importante também ingerir alimentos fonte de cálcio, tais como: sementes de gergelim, castanha-do-pará, amêndoas, nozes, vegetais verde-escuros, sardinha, soja e derivados. Além de flocos de aveia integral e algas marinhas.

intolerância alimentar

Como viver com intolerância alimentar à lactose

O tratamento da intolerância alimentar consiste na exclusão dos alimentos dos quais há intolerância. Porém, em alguns casos quando a deficiência tem um grau menor, alguns derivados são bem aceitos, como os iogurtes por exemplo.

Cada um reage ao consumo de lácteos de forma diferente. Um dos modos de descobrir se você consegue consumir derivados lácteos, é mantendo anotações sobre suas refeições. Com elas, será fácil identificar o que as refeições dos dias em que a indisposição surge têm em comum.

Outra maneira eficiente de achar o que faz mal é, aos poucos, excluir os alimentos suspeitos da dieta até se livrar do mal-estar. Depois, reintroduza-os, um a um, para se certificar de qual deles realmente lhe fazem mal.

Outra forma de viver com a intolerância á lactose é fazendo o uso de cápsulas de lactase, que devem ser prescritas pelo seu médico, para situações de festas e eventos sociais onde é mais complicado saber a composição exata dos alimentos.

Porém, se você for um intolerante com um grau muito alto, que não consegue ingerir nenhuma quantidade de laticínios, são permitidos e proibidos os mesmo alimentos da alergia ao leite de vaca.

Como viver bem com alergia alimentar ao glúten (doença celíaca)

Por lei, todos alimentos industrializados devem conter no rótulo a descrição “contém glúten” ou “não contém glúten”. Porém, existem alguns alimentos que sempre terão glúten, pois são derivados da farinha de trigo.

Alimentos e ingredientes proibidos:

  • Aveia, centeio, cerveja, cevada, farelo de aveia, farelo de trigo, farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico.
  • Farinha de trigo integral, flocos de aveia, flocos de trigo, gim, malte, pães/bolos/massas e biscoitos feitos com algum desses cereais.
  • Vodca e uísque.
    Veja Também:

Conheça A Diferença Entre Alergia e Intolerância Alimentar

Alimentos Anti-inflamatórios: Os 8 melhores alimentos

Por Que Estão Nascendo Tantas Crianças Alérgicas?

Alguns alimentos permitidos:

  • Arroz, milho, quinua, grão de bico, batata, mandioca, polvilho, goma de tapioca, fécula de batata, etc.

intolerância alimentar

Como viver bem com intolerância alimentar ao glúten

Nesse caso são permitidos e proibidos os mesmo alimentos da alergia ao glúten.

Como viver bem com alergia alimentar aos Crustáceos ou Frutos do mar

Alimentos e ingredientes proibidos:

  • Camarão, caranguejo, lagosta, lula, marisco, ostra, parvalbuminas, polvo, siri, tropomiosinas, molhos de salada, tempero de comida oriental.

Como viver bem com alergia ao peixe

Alimentos e ingredientes proibidos:

  • Peixes, molho de salada Cesar ou Worcestershire (que podem conter anchova).
  • Sopa bouillabaisse, kani, surimi e algumas caponatas, o peixe também é usado para clarificas algumas bebidas.

Como viver bem com alergia alimentar à soja

Alimentos e ingredientes proibidos:

  • Glicinina, conglicinina, globulinas, gordura vegetal, edamame, hemaglutinina, inibidor de tripsina, isoflavonas, lecitina, lipoxigenase, farinha de soja, missô, natto, óleo de soja e derivados.
  • Proteína vegetal texturizada (PVT), proteína isolada de soja, proteínas do soro, shoyu, soja, sufu, tamari, tao-cho, tao-si, taotjo, tempeh, teriyaki, tofu, uréase, yuba, beta-amilase.

Produtos que podem conter soja em sua composição:

  • Biscoitos e bolachas, sorvete, achocolatado, bolos e tortas, pães, frios e embutidos, traços de soja em produtos ensacados como farináceos e grão.

Recomendações gerais:

  • Se você tem alergia há algum alimento de uma maneira geral, tenha sempre o hábito de perguntar em festas, reuniões de trabalho, ou barzinhos se os petiscos ou salgadinhos contêm algum dos alimentos que você não pode ingerir. E na dúvida, ainda peça para alguém experimentar para você.
  • É importante fazer a reposição dos nutrientes mais importantes através da substituição dos mesmos na dieta diária.
  • Uma recomendação de extrema importância é você saber ler os rótulos dos ingredientes. É preciso ler no rótulo a composição do produto e verificar se existe algo que não é tolerado.
  • Reserve uma tarde para passar nos supermercados. Às vezes você vai precisar ir em 3 ou 4 supermercados para fazer apenas uma receita! Então, é importante que você localize o que pode comprar em cada um.
  • Reaprender a cozinhar… Aprenda novas receitas e se você não tem muito costume de cozinhar, tente criar esse hábito, pois é muito importante que você saiba fazer sua própria comida, ela é a mais segura e confiável que você pode encontrar.
  • O melhor tratamento da alergia a alimentos é a prevenção. Não há um tratamento que cure a alergia ou intolerância alimentar. O mais importante é identificar os alimentos e evitá-los.

intolerância alimentar

Faça parte da corrente do bem do Balança Certa, e fique de olho em todas as atualizações e dicas do site para receber mais dicas de saúde como esta.

Abraços e até a próxima

LovLud

Como viver bem com alergia ou intolerância alimentar
5 (100%) 2 votes

Nenhum comentário para "Como viver bem com alergia ou intolerância alimentar"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat