Pilates para gestantes: Técnicas para partos humanizados

O número de cesarianas no Brasil cresceu muito nas últimas décadas. Na contramão a esse crescimento, começa a ficar cada vez mais forte as ações e políticas públicas que estimulem o parto humanizado.
Diversos fatores convergem pela opção de muitas mães em optar pelo parto humanizado, sendo o tempo de recuperação o quesito mais forte, visto que o pós parto de uma cesariana é muito mais difícil.
Em decorrência a essas ações de estímulo ao parto humanizado, cada vez mais mulheres querem aprender sobre formas saudáveis e práticas que as auxiliem e lhes dê mais tranquilidade durante a gestação e na hora do parto.
Para ajudar nesse processo muitos profissionais de saúde indicam a realização de exercícios voltados a promover a ativação se, fortalecimento e a elasticidade dos músculos pélvicos.

Para ser mais específico, atividades de pilates, que são indicadas durante a gravidez e na hora do parto especificamente, introduzido nessas ações estão inseridas as ‘doulas’ pessoas que estão qualificadas com conhecimentos em saúde e técnicas que vão facilitar a vida das mamães.
Elaboramos esse artigo para você que quer saber tudo sobre pilates para gestantes e as que são utilizadas na hora do parto. Vamos lá?

Como são as aulas de pilates para gestantes

Foto: KAUFFER

Se estiverem em boa saúde, as mulheres grávidas geralmente podem se exercitar até o terceiro trimestre. O pilates é frequentemente uma das formas recomendadas de exercício e é conhecido por seu movimento suave, porém eficaz, e por sua capacidade de melhorar a postura e reduzir o estresse e as dores.
As aulas de pilates para gestantes são feitas com direcionamentos voltados para a elasticidade e fortalecimento dos músculos da região pélvica, e dos músculos que tem grande importância para a circulação sanguínea.
Exercícios que podem utilizar quase todos os aparelhos do estúdio são acompanhados de perto pelo instrutor que com atenção especial corrigirá eventuais desvios de postura que podem prejudicar a sua saúde e do bebê. No caso das ações na hora do parto com a doulas a utilização de bola de pilates.
Benefícios para o parto
Foto: NÚCLEO CORPO

O pilates é um exercício ideal durante a gravidez, pois é projetado para fortalecer os músculos abdominais e pélvicos profundos. A força nessas áreas é conhecida como “estabilidade do núcleo”.
Em atenção especial ao parto, a prática de exercícios de fortalecimento e alongamento dos músculos perineais facilitam a passagem do bebê, e ajuda a manter em bom funcionamento sistema circulatório evitando complicações como a não dilatação que impedirá a passagem e rompimento de veias e vasos.
Exercícios do assoalho pélvico são uma parte importante do pilates, mas podem ser realizados por conta própria (ou seja, não como parte de um programa de pilates).
É importante consultar o seu médico antes de iniciar qualquer novo programa de exercícios durante a gravidez. Se você não fez pilates antes da gravidez, é essencial receber informações de um instrutor ou fisioterapeuta em um ambiente onde você pode receber atenção individual.

Benefícios do pilates para gestantes

Foto: STUDIO 100 PILATES

Os benefícios para o parto são inúmeros e com aplicação desses métodos por pessoas  que entendem do assunto e estão ali para facilitar a travessia (doula), as gestantes sentem mais segurança e em um momento tão delicado confiança é fator essencial.
O pilates irá fortalecer os músculos da barriga, que prepara o seu corpo melhor para lidar com as tensões causadas pelo peso do seu bebê em crescimento.
Os hormônios fazem os tecidos (ligamentos) que conectam seus ossos mais flexíveis na gravidez, tornando-o mais propenso a lesões. Também irá ajudar a relaxar e controlar a respiração durante a gravidez e no parto.

Principal método para gestantes

Foto: COISAS DE LUA

Por se tratar de um método de ginástica que foi desenvolvido para recuperar pacientes que ficaram debilitados durante as guerras, o método de Pilates é mais indicado para a gestantes. Isso tornou-se possível pela versatilidade dos exercícios e o controle preciso de movimentos específicos para determinadas regiões do corpo.
Pilates clínicos (em pequenos grupos de cerca de quatro pessoas, com um fisioterapeuta), ou estúdio de Pilates (em pequenos grupos) são geralmente mais adequados.

Pilates no primeiro e segundo trimestre de gestação

Foto: BEBÊ

No primeiro trimestre, as aulas de pilates são recomendadas para o fortalecimento da musculatura esquelética, que terá que lidar com o aumento de peso o que geralmente causa dores lombares e nos membros inferiores, com uma musculatura mais desenvolvida.
Com certeza a mamãe sofrerá menos com essas complicações e isso resultará em uma gravidez mais saudável e propensa ao parto natural.
No segundo trimestre, a retenção de líquidos se torna maior, isso requer um bom trabalho de fortalecimento dos músculos dos membros inferiores. Principalmente o gastrocnêmio, para proporcionar um retorno sanguíneo efetivo e que favoreça a circulação em ambos os períodos são trabalhados amplitudes médias e exercícios de alongamento moderado de acordo com os limites de cada aluno.

Cuidados e dicas

Foto: JORNAL ALTO VERDE

Antes de optar por uma prática física durante a gestação é importante descartar patologias e riscos específicos para a gestante, por isso, não descuide do pré natal.
Faça visitas periódicas ao seu obstetra e mantenha seus exames atualizados. Após a liberação do médico, procure um profissional qualificado na área de saúde para praticar pilates.
Todos os exercícios no pilates devem ser acompanhados por profissionais capacitados ainda mais se a aluna estiver gestante para evitar riscos e acidentes.
Se você for de Vila Velha – ES, vá no studio de pilates da Merinha Braga que fica na Praia da Costa. Instagram e Whatsapp.
Gostou do artigo? Compartilhe com outras gestantes, para que elas também saibam o quanto o pilares podem ajudar elas!
Veja também:
Exercícios físicos ou alimentação saudável: Qual o mais importante?
Grávida aos 45 anos: É Possível Engravidar Nesta Idade?
Grávida Pode Pintar o Cabelo Ou é Perigoso para a Gestação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Ola!

Entre em contato comigo via whatsapp para falarmos sobre o que quiser :)

× Como posso te ajudar?