Proteína vegana, você já ouviu falar sobre ela? Esta é uma opção para quem quer os melhores resultados durante a atividade física, mas é vegano e como qualquer outra pessoa, precisa contar com todos os nutrientes de uma alimentação equilibrada. Confira como deve se estabelecer esta relação entre a proteína e a atividade física.

proteína vegana

Proteína vegana X atividade física

Um discurso muito comum de quem opta por ter uma alimentação vegana, sem o consumo de produtos de origem animal como carne, peixe, laticínios, ovos, mel e outros é: “Quero ganhar massa muscular com a atividade física, mas sou vegano, não sei como fazer”. A boa notícia é que este objetivo é perfeitamente possível de ser alcançado, com a escolha dos alimentos certos para compor o cardápio.

A prática de atividade física, principalmente quando em um nível mais avançado, como de fisiculturistas, pede uma alimentação equilibrada, já que corresponde a 50% dos resultados obtidos. Dentre os nutrientes que devem estar presentes na dieta, estão as proteínas, que não necessariamente deve vir dos alimentos de origem animal.

Veja Também: Conheça 6 exercícios para emagrecer

Existem alimentos de origem vegetal, que contém todos os aminoácidos necessários para construção e reparação e tecidos. Principalmente os musculares. Afinal, o objetivo de incluir a atividade física na rotina de quem deseja ganhar massa muscular, é dar estímulo aos músculos. E a proteína na quantidade certa faz com que os músculos que foram desgastados durante este estímulo, se recomponham. É aí que acontece o crescimento muscular.

O quanto você vai consumir de proteína, seja ela vegana ou não, irá depender dos seus objetivos, necessidades individuais e rotina de exercícios. No geral, a recomendação é de 1,6 a 1,7 gramas de proteína por quilo de peso por dia, podendo chegar a 2 gramas. Sendo que esta quantidade deve ser distribuída em todas as refeições. E estas devem ser de alto valor biológico, ou seja, que serão mais bem absorvidas pelo organismo.

Com isso em mente, fica muito mais fácil selecionar as proteínas veganas para lhe dar mais resultados.

Proteína vegana: Alimentos fonte

Algumas boas fontes de proteína vegetal são:

  1. Lentilha = 1 xícara = 18 gramas de proteína;
  2. Feijão preto = 1 xícara = 15 gramas de proteína;
  3. Grão de bico = 1 xícara = 12 gramas de proteína;
  4. Feijão comum = 1 xícara = 13 gramas de proteína;
  5. Quinoa = 1 xícara = 9 gramas de proteína;
  6. Amêndoas: 28 gramas = 6 gramas de proteína;
  7. Leite de soja: 1 xícara = 9 gramas de proteína;
  8. Manteiga de amendoim = 2 colheres de sopa = 8 gramas de proteína;
  9. Aveia = ½ xícara = 7 gramas de proteína;
  10. Tofu = ¼ xícara = 6 gramas de proteína;
  11. Espinafre cozido = 1 xícara = 5 gramas de proteína;
  12. Arroz integral = 1 xícara = 5 gramas de proteína;
  13. Brócolis cozido = 1 xícara = 4 gramas de proteína;
  14. Semente de chia = 1 colher de sopa = 3 gramas de proteína;
  15. Frutas secas = ¼ xícara = 2 gramas.

Estes alimentos oferecem proteínas de alto valor biológico e quanto mais variada for a sua alimentação, maior será a oferta de proteína vegetal. Bem como a de outros nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo.

proteína vegana

Proteína vegana X Suplementos

Ao ter uma alimentação variada, os suplementos a base de proteína vegana isolada entram na alimentação apenas para complementar a quantidade previamente calculada, de acordo com as suas necessidades. Os suplementos a base de proteína vegetal tem a vantagem de lhe oferecer os aminoácidos de alto valor biológico, com quase zero de gordura, trazendo saciedade. O que irá favorecer a perda de gordura, aumentando, assim a massa magra.

Entre os melhores suplementos com proteína vegana estão os de soja, que contém de 80 a 90% de proteína. Pesquisas científicas comprovam a qualidade e digestibilidade da proteína de soja, para atender as necessidades de crianças entre 2 a 5 anos. Idade na qual a necessidade deste nutriente é maior, devido ao crescimento.

Veja Também: Conheça os melhores suplementos para ganhar massa muscular

Chegou-se a conclusão de que a proteína isolada de soja, juntamente com a caseína e a proteína do ovo, atinge o padrão 1.0 (valor máximo estabelecido para que a proteína seja considerada completa para humanos). Sendo que, neste mesmo estudo, a carne vermelha marcou apenas 0.92.

Como você pode ver a proteína vegana, quando bem selecionada e na quantidade ideal às suas necessidades, pode trazer resultados até superiores ao consumo habitual da proteína da carne.

proteína vegana

Essas foram as informações que tínhamos para você sobre proteína vegana. Você já usou ou conhece alguém que investe neste tipo de proteína para ter bons resultados no ganho de massa?

Se sim, compartilhe conosco os resultados. Participe e faça nosso trabalho melhorar ainda mais.

Até a próxima!

 

Proteína Vegana Para Melhorar Seus Treinos – Saiba Mais
5 (100%) 3 votes

Nenhum comentário para "Proteína Vegana Para Melhorar Seus Treinos – Saiba Mais"

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp chat