Você já sabe tudo sobre a Dieta Low Carb? A dieta lowcarb restringe o carboidrato consumido na alimentação para o limite inferior da necessidade calórica desse nutriente, no caso 40% das calorias totais ou menos de 130 g diários.

Quando pensamos em perca de peso essa é uma ótima estratégia. Além disso, a dieta lowcarb utiliza de outras estratégias que valem a pena serem revistas, além de alguns cuidados que devem ser tomados de acordo com seu objetivo.

A lowcarb, quando feita de forma saudável pode se tornar um estilo de vida. Quando bem executada, a dieta lowcarb pode oferecer muitos benefícios à saúde. Colaborando desde a perda de peso e a diminuição de acnes, até a prevenção do câncer.

Tudo Sobre A Dieta Low Carb

Resumidamente, um dos maiores motivos responsáveis pela eficácia da dieta lowcarb para a perda de peso seria a utilização de gordura como fonte de energia na forma de corpos cetônicos que substituem a glicose obtida através dos carboidratos. Esse processo leva á utilização das reservas de gordura do organismo, que agora passam a servir como energia para o nosso organismo.

Além de que, quando consumimos mais gorduras e proteínas e menos em carboidratos, a insulina deixa de sabotar seus mecanismos de saciedade, você passa a comer alimentos que dão mais saciedade. E como a lowcarb diminui o consumo de carboidratos da sua alimentação é primordial que você entenda como será o consumo das outras energias para o corpo: as gorduras e as proteínas.

Gorduras na lowcarb

É importante entender que ao iniciar uma dieta lowcarb, devemos optar por um cardápio com menos carboidratos, e automaticamente aumentar o consumo de gorduras e proteínas.

O plano alimentar lowcarb prioriza o consumo de gorduras de boa qualidade, ou seja, as minimamente processadas. Alimentos como o azeite de oliva, as oleaginosas e o abacate são gorduras consideradas mais saudáveis, tratam-se das gorduras insaturadas. Esse tipo de gordura poderia aumentar os níveis de HDL e diminuir o LDL colesterol, diminuindo risco de infartos ou aterosclerose.  O óleo de coco é um tipo de gordura saturada que está associada com a melhora do perfil lipídico e seu consumo também é recomendado.

Porém, como tudo na vida, é necessário ter bom senso na quantidade consumida. Uma exagerada ingestão de gorduras, mesmo que boas, podem ocasionar problemas gastrointestinais, como indigestão, diarreia, alterações na vesícula biliar, dentre outros. Além disso, eleva o valor calórico da dieta, o que no fim das contas pode prejudicar o emagrecimento.

Tudo Sobre A Dieta Low Carb

Proteínas na lowcarb

A proteína é de fundamental importância no plano alimentar lowcarb. Um dos motivos é seu alto poder de saciedade, ajudando assim a controlar o apetite, pois não causa um pico de insulina e ainda auxilia no esvaziamento gástrico.

Outro ponto importante sobre a ingestão das proteínas, é que ela exige muito mais energia que a quebra dos carboidratos, e como resultado, há uma aceleração do seu metabolismo.

Os alimentos fontes de boas proteínas são: ovos, queijos (principalmente os brancos), carnes em geral, aves, peixes e leite (de preferência ao leite sem lactose, pois a lactose é carboidrato).

Carboidratos na lowcarb

Um dos principais erros que se observa ao iniciar a lowcarb é confundir baixo carboidrato com a exclusão total de carboidratos da alimentação. Na verdade, a ideia é se atentar à qualidade dos alimentos fontes de carboidratos (avaliando índice e carga glicêmica) e regular a quantidade desse nutriente.

A quantidade é um fator muito importante, pois nosso corpo armazena energia em forma de gordura e de glicogênio (glicose). O glicogênio é utilizado, primeiramente, como fonte de energia. Por isso, para que nosso organismo aprenda a utilizar a gordura, não podemos oferecer excesso de carboidrato a ele com frequência.

A recomendação normal de carboidratos varia entre 45% e 60% do Valor Energético Total (VET), já a linha lowcarb, defende que este nutriente represente menos de 40% do VET. Porém recomendações diárias muito baixas (30 – 20g/dia) podem gerar complicações, principalmente intestinais se não houver alto consumo de fibras associado. Portanto deve-se ter cuidado ao excluir de forma exagerada as fontes de carboidratos da sua dieta.

Existem muitas opções de carboidratos provenientes de legumes e vegetais que possuem bastante fibras, mas pouco açúcar. Um ponto bastante interessante é que ao iniciar uma dieta lowcarb, a maioria das pessoas acabam comendo mais saladas do que antes, ou seja, automaticamente a alimentação fica mais saudável.

Veja também: Abacaxi Emagrece Mesmo?

Carboidratos que não pode faltar na dieta: saladas à base de folhas, vegetais variados. Além disso, você deve também consumir frutas de forma moderada, de preferência as vermelhas, coco e abacate.

A lowcarb proíbe o consumo de farinhas integrais, arroz e produtos diet.

Tudo Sobre A Dieta Low Carb

Alimentos liberados na Dieta Low Carb

Dentre os alimentos liberados na dieta lowcarb estão:

Todos os tipos de carnes, todos os frutos do mar, maracujá, limão, abacate, coco, acerola, morango, mirtilo, abobrinha, brócolis, tomate, cebola, pepino, berinjela, quiabo, alface, alho, brócolis, couve, couve-flor, chuchu, rúcula, alho, escarola, acelga, queijos, nata, creme de leite, iogurte natural, chia, linhaça, pasta de amendoim, castanhas, amêndoas, avelã, nozes, pistache, manteiga, azeite de oliva, óleo de coco, maionese caseira, óleo de peixe entre outros.

O que não comer na lowcarb

Existem alguns alimentos que não devem fazer parte da dieta lowcarb, dentre eles estão:

  • Refrigerantes;
  • Doces com açúcar;
  • Pães com farinha de trigo;
  • Massas com farinha de trigo;
  • Arroz;
  • Batata;
  • Milho;
  • Sorvetes industrializados;
  • Iogurte adoçado;
  • Sucos;
  • Mel;
  • Alimentos ricos em gorduras trans: margarina, pipoca de micro-ondas, sopas e cremes industrializados, biscoitos industrializados, fast-foods, salgadinhos
  • Adoçantes artificiais;
  • Cerveja;

Exemplo de cardápio lowcarb

Café da manhã: Omelete feito com orégano e 2 fatias de queijo minas + morango com creme de leite.

Almoço: 2 bifes de contra filé grelhados + salada mista de alface, rúcula, brócolis e repolho temperada com limão, azeite de oliva e sal.

Lanche da tarde: Punhado de Castanha de Caju + 200ml de suco de maracujá

Jantar: 2 pedaços de frango grelhados + berinjela refogada + salada de pepino, couve e agrião.

Ceia: ¼ Abacate com cacau em pó.

Muito legal né? Para melhorar a eficácia dessa dieta, você pode contar com um passo-a-passo que a Equipe do Balança Certa desenvolveu juntamente com a Nutricionista Bruna Bosco, para te auxiliar e garantir que você tire o maior proveito e o máximo de Resultado, sem precisar passar dias na internet pesquisando como fazer.

No programa da Dieta LowCarb, Eu e a Bruna (Nutricionista) te orientamos como deve proceder até quais as receitas mais incríveis pode fazer, pois, disponibilizamos desde receitas de café da manhã e lanches até sobremesas e bebidas deliciosas!

Quer fazer parte do programa Dieta LowCarb do Balança Certa? Clique na imagem abaixo!

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos e deixe aqui seu comentário, vai ser um prazer responder.

 

 

 

 

 

Tudo Sobre A Dieta Low Carb – COM CARDÁPIO
5 (100%) 3 votes

2 comentários para "Tudo Sobre A Dieta Low Carb – COM CARDÁPIO"

  1. Muito top suas dicas de emagrecimento parabens pelo site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat