Windsurf: descubra curiosidades desse esporte tão elitizado

windsurf

Criado em meados da década de 1970, o windsurf nasceu da insistência de dois namorados (Newman e Naomi Darby) que tinham as águas em seu DNA e buscavam um equipamento que lhes desse mais velocidade para aproveitar as ondas e curtir o vai e vem do mar.
Canoísta, Naomy convenceu o namorado Newman, um velejador, que colocasse uma vela em sua canoa, para que ela pudesse se locomover tão rápido como ele em sua embarcação. Daí nasceu o windsurf, um esporte que, logo em seu início, não foi sucesso de público e crítica.

História do Windsurf

windsurf
Foto: ADVENTURE

Depois de sua criação incrível, o casal de namorados enfrentou grandes obstáculos para que a prancha de windsurf fosse amplamente aceita. Aliás, as dificuldades financeiras de montar o equipamento em escala, a burocracia para registrar a criação e as despesas com advogados levaram os dois a desistir da empreitada.
Por isso, quem desenvolveu a prancha de windsurf foram um engenheiro aeroespacial e um surfista e empresário, que conseguiram registrar a patente do equipamento alguns anos depois de sua criação.

Melhorias

windsurf 2
Foto: DUOTONES

Os primeiros materiais utilizados na confecção dos equipamentos de windsurf tornavam os produtos extremamente caros, afastando-os de boa parte dos esportistas, que também consideravam o fato de ter de manobrar uma vela e o barco muito difícil.
Para contornar esse problema, os inventores que patentearam a criação perceberam que o equipamento seria muito mais facilmente controlado se a vela fosse controlada facilmente, enquanto o peso do corpo levaria a prancha para o lado em que o atleta deseja.
Já para resolver a questão do material utilizado na confecção do produto, os criadores procuraram a Dupont e utilizaram o produto empregado na confecção dos discos de frisbee, um polietileno capaz de deixar a prancha leve, resistente e deixar o produto com um preço muito mais em conta.

Escolas

windsurf 3
Foto: RIACTIVA

Na Alemanha, onde o windsurf foi aperfeiçoado, a Dupont começou a divulgar esse novo esporte pelo mundo. Logo a iniciativa fez muito sucesso. Na Alemanha, por exemplo, nasceram diversas escolas que prometiam ensinar os interessados a usar a prancha de windsurf e remar pelo mar.
Desse país, o equipamento chegou à Holanda, onde a licença para sua fabricação foi comprada por uma gigante da indústria têxtil, transformando esse esporte em uma verdadeira febre mundial.
Alguns décadas depois, o windsurf chegou às Olimpíadas, estreando nos Jogos de 1984, em Moscou.

Brasil

windsurf 4
Foto: BAHIA.BA

No Brasil, o windsurf chegou na década de 1970, pelas mãos do paulistano Fernando Germano. Mas o esporte se tornou conhecido de fato depois de ir ao ar em uma telenovela, quando se tornou objeto de desejo de todos os jovens descolados do país.

Quando começar a praticar o windsurf

windsurf 5
Foto: YOUTUBE

Por se tratar de um esporte considerado radical, e que é praticado em mar aberto, em meio às ondas, o windsurf requer muito cuidado e o uso de equipamentos certos. No entanto, não é preciso esperar a idade adulta para se aventurar nesse esporte.
Com a orientação correta, crianças de 8 a 9 anos já podem começar a praticar o windsurf. Essa idade é recomendada porque é a partir daí que a pessoa alcança o peso suficiente para controlar a vela.
Além disso, por ser um esporte bastante específico, não é recomendável que ninguém aprenda o windsurf sozinho. O ideal é buscar um bom instrutor ou uma escola especializada no esporte.
Esses profissionais tirarão todas as suas dúvidas e ajudarão na prática do windsurf, principalmente quando se começando a experimentar as águas pela primeira vez. Agora, quem já tem certa noção de surfe ou de vela poderá sentir menos dificuldades em praticar o windsurf já que ele é, basicamente, uma união dos dois mundos.

Benefícios do windsurf

windsurf 6
Foto: MALLORCA

Praticar o windsurf traz enormes benefícios tanto para o corpo, como para a mente. No corpo, suas vantagens se aplicam à queima calórica e à definição que traz a músculos e outras partes do corpo.
Quem começa a praticar o windsurf, por exemplo, embora passe boa parte de seu tempo tentando ficar em pé na prancha, perceberá o uso de diversos músculos ou estruturas corporais, como os músculos das pernas, os músculos dos ombros, antebraços e parte inferior das costas.
Quando se está aprendendo a ficar em pé se movimenta, também, os músculos posturais, que estão entre a bacia e os quadris, deixando sua cintura bem definida. Além disso, o sistema cardiovascular será exercitado e fortalecido, deixando o sedentarismo de lado.
Quer mais razões para praticar o windsurf? Em média, um praticante da modalidade passa cerca de seis horas na água. Isso dá uma queima de até mil calorias por hora, quando já possuem certa experiência.
Quem está começando agora queima menos calorias, cerca de 500 por hora, o mesmo que a natação.

Por que o windsurf é considerado um esporte elitista?

windsurf 7
Foto: DAKHLA

Apesar de todos esses ganhos que traz ao corpo e à mente, o windsurf é considerado um esporte elitista, o que afasta muitas pessoas da prática. Isso acontece por causa do curso envolvendo sua prática.
Quem deseja praticar o windsurf precisa, por exemplo, investir não apenas na contratação de um bom instrutor ou em se matricular em escolas especializadas, é preciso investir na aquisição de todo o equipamento necessário para o esporte, que não fica restrito à prancha do windsurf.
Nesse esporte é preciso adquirir uma extensão para que o mastro do windsurf tenha a medida correta, adquirir um bom capacete para o velejador, colete ou flutuador, roupa de neoprene para usar nos dias mais frios e impedir a hipotermia, leash, capas de proteção e de transporte do seu equipamento, capas para puxar a vela, luvas, gancho e trapézio de cintura.
Todos esses produtos tem um custo, que para algumas pessoas é praticamente impagável. Felizmente, existem escolas que ensinam windsurf para alunos carentes cobrando valores muito baixo ou apenas simbólicos.
Com essas atitudes, o windsurf se torna um esporte mais democrático, permitindo assim que mais pessoas aproveitem todas as vantagens de uma atividade que exercita seu corpo e permite que você relaxe a mente, curtindo uma bela paisagem.
Gostou de nosso conteúdo? Dê 5 entrelinhas e aproveite para curtir nosso Facebook!
Leia também: 
Pilates emagrece – saiba como! 
Descubra os benefícios da Linhaça para seu corpo
O que é HCG?
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Ola!

Entre em contato comigo via whatsapp para falarmos sobre o que quiser :)

× Como posso te ajudar?